Dia do Idoso no Parque
outubro 5, 2018
Esposas de Pastores se reúnem em Vitória e apoiam a ALAS
outubro 11, 2018

Volta para casa, Altino!!!

Bem-vindo, seu Altino! Isso foi dito há 36 dias, pela Elielza, nossa assistente administrativa. Chegava o baiano Altino Jardim dos Santos, do município de Nova Viçosa, para tratamento de um severo câncer.  Chegou em péssimas condições físicas, alquebrado e extremamente maltratado pela doença. Agora enfrentará o retorno ao lar, uma viagem de 5 horas, mas será uma viagem prazerosa. Pois as suas últimas viagens foram apenas de 20 minutos diários, mas muito mais difíceis do que a viagem longa que enfrentará para chegar à sua cidade natal. Nesse tempo, foram idas e vindas difíceis, da Casa de Apoio Bom Samaritano ao ambulatório do Hospital Santa Rita, com o corpo dolorido, fraco e enfermo, recebendo doses pesadas para eliminar as células cancerígenas, através da Radioterapia e Quimioterapia, uma verdadeira “via crucis”.

Lembro-me da primeira vez que eu vi o seu Altino. Anêmico, taciturno, olheiras, sem alma; não exagero, o seu aspecto era cadavérico, nenhuma palavra de alegria ou esperança. A comida para chegar até ao estômago era um suplício.

Os dias foram passando, enquanto o tratamento era administrado com eficiência. Diariamente, recebia a sua dose terápica através da equipe ambulatorial. A filha, Alzeni Xavier dos Santos, que havia se separada da família para se dedicar temporariamente ao pai, não media esforços para fortalecer o seu físico e enfraquecer o mal. A Casa de Apoio, por sua vez, abriu a geladeira e a despensa para o tratamento nutricional do seu Altino.  O liquidificador, colocado ao seu dispor, trabalhou diariamente para lhe oferecer uma alimentação adequada e turbinada para o fortalecimento físico. Nos primeiros dias, o seu Altino deixava o seu quarto somente para receber o tratamento químico. A maioria do tempo permanecia no seu leito, ali era o único lugar que o deixava mais confortável.

Mas, já na quarta etapa do seu tratamento e permanência na Casa de Apoio, o seu Altino deu mostras de melhora e um quadro evolutivo de cura. Começou a participar das reuniões, ouvir as conversas, receber familiares, anunciando que a sua vitória estava próxima.

Volta para casa, Altino! Chegou o momento dos médicos anunciar: Altino, o seu tratamento está concluído e o sr. está curado.  É impossível descrever todas as emoções vividas por esse paciente.  Assim como o diagnóstico o entristeceu, da mesma forma a alta anunciada também o emocionou.  Mas não foi somente o coração do Altino que se emocionou.  Houve uma comunidade inteira servindo e envolvida no seu tratamento. A equipe da Casa de Apoio Bom Samaritano, o assistente Social, o capelão, o motorista que o transportava diariamente, todos vibraram e comemoraram a sua volta ao lar.

A volta do seu Altino ao lar, em particular, comove a todos. Porque o seu retorno ao lar, acima de tudo, foi possível por causa da ação amorosa de Deus agindo em nosso meio. Todas as terças e quintas-feiras oramos em favor do tratamento do seu Altino. Todos os dias, pessoas anônimas, doaram alimentos e recursos para a manutenção da Casa de Apoio. Para todas as pessoas que acompanharam a sua luta diária ao lado da filha Alzeni, assistiram o seu sofrimento em busca de Deus e da sua graça. De repente, Deus fala: Altino, volta para casa! Só podemos louvar e agradecer: Ó Deus, o Senhor é muito bom!

O Altino se foi, feliz, acomodado na ambulância da Prefeitura. A equipe da Casa de Apoio, ficou com as portas e corações abertos, esperando o Senhor encaminhar outros Altinos, para a assistente administrativa, em nome da ALAS, acolher da mesma forma e com o mesmo amor, dizendo: Em nome da ALAS, bem-vindo, a casa é sua!

Vitória, 5 de setembro de 2018

Danilo V. Fach

Capelão

1 Comentário

  1. Alzeni disse:

    Fiquei muito emocionada ao lê a história do meu pai sendo contada. E me veio um filme na cabeça. Um filme onde teve um final feliz. Para honra e glória do Senhor Jesus ele foi curado. Só temos a agradecer por esse milagre. Foram muitas orações e anjos enviados por Deus para nos carregar no colo. Fomos recebidos com tanto amor e carinho no Alas, o pastor, dona Teresa, seu Odecio a Juliana, a Gil, que nos deu o melhor que tinham. Foram a nossa família e nos apoiou quando mais precisamos. Que Deus possa retribuir em dobro na vida de cada um. Obrigada de coração. Um abraço. Que Deus abençoe.

Deixe uma resposta para Alzeni Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *