Dia do Idoso no Parque
outubro 5, 2018
Esposas de Pastores se reúnem em Vitória e apoiam a ALAS
outubro 11, 2018

Volta para casa, Altino!!!

Bem-vindo, seu Altino! Isso foi dito há 36 dias, pela Elielza, nossa assistente administrativa. Chegava o baiano Altino Jardim dos Santos, do município de Nova Viçosa, para tratamento de um severo câncer.  Chegou em péssimas condições físicas, alquebrado e extremamente maltratado pela doença. Agora enfrentará o retorno ao lar, uma viagem de 5 horas, mas será uma viagem prazerosa. Pois as suas últimas viagens foram apenas de 20 minutos diários, mas muito mais difíceis do que a viagem longa que enfrentará para chegar à sua cidade natal. Nesse tempo, foram idas e vindas difíceis, da Casa de Apoio Bom Samaritano ao ambulatório do Hospital Santa Rita, com o corpo dolorido, fraco e enfermo, recebendo doses pesadas para eliminar as células cancerígenas, através da Radioterapia e Quimioterapia, uma verdadeira “via crucis”.

Lembro-me da primeira vez que eu vi o seu Altino. Anêmico, taciturno, olheiras, sem alma; não exagero, o seu aspecto era cadavérico, nenhuma palavra de alegria ou esperança. A comida para chegar até ao estômago era um suplício.

Os dias foram passando, enquanto o tratamento era administrado com eficiência. Diariamente, recebia a sua dose terápica através da equipe ambulatorial. A filha, Alzeni Xavier dos Santos, que havia se separada da família para se dedicar temporariamente ao pai, não media esforços para fortalecer o seu físico e enfraquecer o mal. A Casa de Apoio, por sua vez, abriu a geladeira e a despensa para o tratamento nutricional do seu Altino.  O liquidificador, colocado ao seu dispor, trabalhou diariamente para lhe oferecer uma alimentação adequada e turbinada para o fortalecimento físico. Nos primeiros dias, o seu Altino deixava o seu quarto somente para receber o tratamento químico. A maioria do tempo permanecia no seu leito, ali era o único lugar que o deixava mais confortável.

Mas, já na quarta etapa do seu tratamento e permanência na Casa de Apoio, o seu Altino deu mostras de melhora e um quadro evolutivo de cura. Começou a participar das reuniões, ouvir as conversas, receber familiares, anunciando que a sua vitória estava próxima.

Volta para casa, Altino! Chegou o momento dos médicos anunciar: Altino, o seu tratamento está concluído e o sr. está curado.  É impossível descrever todas as emoções vividas por esse paciente.  Assim como o diagnóstico o entristeceu, da mesma forma a alta anunciada também o emocionou.  Mas não foi somente o coração do Altino que se emocionou.  Houve uma comunidade inteira servindo e envolvida no seu tratamento. A equipe da Casa de Apoio Bom Samaritano, o assistente Social, o capelão, o motorista que o transportava diariamente, todos vibraram e comemoraram a sua volta ao lar.

A volta do seu Altino ao lar, em particular, comove a todos. Porque o seu retorno ao lar, acima de tudo, foi possível por causa da ação amorosa de Deus agindo em nosso meio. Todas as terças e quintas-feiras oramos em favor do tratamento do seu Altino. Todos os dias, pessoas anônimas, doaram alimentos e recursos para a manutenção da Casa de Apoio. Para todas as pessoas que acompanharam a sua luta diária ao lado da filha Alzeni, assistiram o seu sofrimento em busca de Deus e da sua graça. De repente, Deus fala: Altino, volta para casa! Só podemos louvar e agradecer: Ó Deus, o Senhor é muito bom!

O Altino se foi, feliz, acomodado na ambulância da Prefeitura. A equipe da Casa de Apoio, ficou com as portas e corações abertos, esperando o Senhor encaminhar outros Altinos, para a assistente administrativa, em nome da ALAS, acolher da mesma forma e com o mesmo amor, dizendo: Em nome da ALAS, bem-vindo, a casa é sua!

Vitória, 5 de setembro de 2018

Danilo V. Fach

Capelão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *