Hino para as Festividades dos 500 Anos da Reforma Luterana
Execução do hino Meu Senhor, Tu Me Deste, de autoria de Paulinho Winterle ...
Vídeo Institucional da ALAS
Vídeo Institucional da ALAS - Projetos - Missão - Visão ...
Lema 2017 - IELB
Apresentação do tema da IELB para 2017: Vou viver e anunciar o que o Senhor tem feito: na vida ...
Lema da Ielb 2016
Apresentação do tema da IELB para 2016: Vou viver e anunciar o que o senhor tem feito - Na vid ...
XXII Congresso Nacional da LLLB
17 a 20 de agosto de 2017 ...
1º Curso de Formação Missionária para Leigos
de 31 de março a 02 de abril de 2017 ...
VI Congresso Regional da LLLB Sudeste 2016
dias 26 a 28 de agosto de 2016 ...
II Simpósio de Liderança Leiga da Região Sudeste
18 e 19 de abril de 2015 ...
Notícias ALAS - Associação Luterana de Assistência Social - IELB
foto: Internet
Presidente da Ielb Egon Kopereck falando sobre a união de pessoas do mesmo sexo
Uma carta do Presidente da IELB,o pastor Egon Kopereck, falando sobre a união de pessoas do mesmo sexo, foi divulgada no site da igreja

A carta está assinada pelo presidente da Igreja Evangélica Luterana do Brasil (Ielb), Egon Kopereck. Segue abaixo o seu conteúdo:

Prezados irmãos e irmãs.

As redes sociais têm falado muito sobre a decisão da Suprema Corte americana, legalizando o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo em todo o país. Paralelo a isso, movimentos dos grupos LGBT têm se manifestado em nosso Brasil. Em meio a tudo isso, apareceu o nome “luteranos” apoiando o casamento de pessoas do mesmo sexo. De fato, o nome “luterano” não é exclusividade da Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB). Vários grupos têm se identificado como “luteranos”. Isso não quer dizer que todos aqueles que usam esse nome têm as mesmas convicções, o mesmo ensinamento e professam a mesma fé.

A IELB é contrária à homofobia, à heterofobia e a todo tipo de preconceito. Deus ama o pecador e o ama de tal maneira que, por causa dele, enviou o seu Filho Jesus Cristo ao mundo, para que se arrependendo dos pecados e crendo nele, tenha a sua vida restaurada e seja salvo. É nesse sentido que nós, firmados e fundamentados na Bíblia Sagrada, continuamos ensinando, defendendo e praticando o matrimônio entre um homem e uma mulher, conforme nos diz Gênesis 2.24: “Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne”. Essas palavras são repetidas e reforçadas por Jesus no Novo Testamento, em Mateus 19.1-9 e Marcos 10.1-12. Essa união tem seu fundamento e base na própria criação de Deus, conforme Gênesis 1.27: “...homem e mulher os criou”, e conclui em Gênesis 1.31: “Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom.” A obra de Deus foi perfeita e foi criada para alegria e felicidade da sua criatura.

Então, por que a IELB não aprova o casamento entre pessoas do mesmo sexo? Porque Deus os fez homem e mulher, e assim os criou para se completarem e realizarem o plano divino da criação. Agir de forma diferente é ir contra a criação perfeita de Deus, é ignorar os desígnios de Deus, é desprezar o seu conhecimento, conforme ele afirma em Romanos 1.18-32: “...as mulheres mudaram o modo natural de suas relações íntimas por outro, contrário à natureza; semelhantemente, os homens têm deixado o contato natural da mulher, se inflamaram mutuamente em sua sexualidade, cometendo torpeza, homem com homem, ...”. Em 1 Coríntios 6.9 e 10, fala claramente que as pessoas que tais coisas praticam não herdarão o reino de Deus. Por isso, quando perguntados a respeito, apenas respondemos: “Não aceitamos o casamento entre pessoas do mesmo sexo porque é contrário à vontade de Deus”.

Por isso, querida Igreja, busquemos a ajuda de Deus para permanecermos sempre firmes e fiéis aos princípios da Palavra de Deus. Não nos deixemos levar por vãs filosofias e ideologias humanas, mas, sigamos o conselho do apóstolo Paulo ao jovem pastor Timóteo, em 2 Timóteo 4.1-5: “Conjuro-te, perante Deus e Cristo Jesus, que há de julgar vivos e mortos, pela sua manifestação e pelo seu reino: prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina. Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas. Tu, porém, sê sóbrio em todas as cousas, suporta as aflições, faze o trabalho de um evangelista, cumpre cabalmente o teu ministério.”

Que o Espírito Santo nos capacite e fortaleça a vivermos e anunciarmos, sempre com amor, o que Deus tem feito, em sua graça, por todos os pecadores.

Rev. Egon Kopereck

Presidente da Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB)
Fonte: Site oficial da Ielb
Publicado: terça-feira, 7 de julho de 2015

Comente este post!

ALAS  - Associação Luterana de Assistência Social
ASSOCIAÇÃO LUTERANA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL – ALAS
Filiada à IELB - Igreja Evangélica Luterana do Brasil
Sede: Casa de Apoio Bom Samaritano / CNPJ 05.655.420/0001-20
Rua Washington Pessoa, 35 - Parque Moscoso, Vitória/ES, CEP 29.018-055
Telefax Administração / (27) 3222-4058 - E-mail: alas@alas.org.br
2013-2017 - Todos os Direitos Reservados - ALAS
Desenvolvido por: Wagner Jann